Fale conosco

Nome *

Telefone

Empresa

E-mail *

Área *

Mensagem *

Search
1
33.5
18.75
Atlanta, EUA

Biorefinarias:

Unidade Thomaston
300 McIntosh Parkway
Thomaston, GA 30286, USA

Unidade Alpena
Alpena, MI

Sede (Corporativo):

GranAPI LLC
Atlanta, GA

1
74.75
30.75
São Paulo, Brasil

Sede

GranBio Investimentos S.A.
Av. Brig. Faria Lima, 2277
Conjunto 1503, 15º andar.
Jd. Paulistano. CEP 01452-000
São Paulo, SP
+55 11 2739-0500

1
65.75
32.375
Alagoas, Brasil

Planta Industrial

BioFlex Agroindustrial.
Fazenda São João, Zona Rural
São Miguel dos Campos, AL

Estação Experimental

Biovertis Produção Agrícola Ltda.
Fazenda Andorinha, Zona Rural
São Miguel dos Campos, AL

Telefones

Sede

+55 11 2739.0500

 

16 de Abril de 2018

Consumo de etanol bate recorde e registra marca de 2,09 bilhões de litros em fevereiro

Por GranBio

Aumento foi causado principalmente por veículos de passeio

Segundo ANP, crescimento foi puxado pela frota de veículos de passeio e de carga leve

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) anunciou que o Brasil bateu novo recorde ao registrar em fevereiro deste ano o consumo de 2,09 bilhões de litros de etanol no País, crescimento de 43,2% na comparação com o mesmo período de 2017, puxado pela frota de veículos de passeio e carga leve. Esse é o maior volume já registrado na série histórica para o mês. Do total consumido, 1,24 bilhão de litros foram de etanol hidratado e 845,73 milhões de litros foram de etanol anidro, o aditivo misturado à gasolina.

Os dados foram compilados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), que informou que a participação do etanol hidratado e do etanol anidro na matriz de combustíveis permaneceu em 42,9%, mesmo no período de entressafra.

Segundo o Levantamento de Preços ao Consumidor e de Margens de Comercialização de Combustíveis realizado pela ANP, cerca de 40% dos municípios que participaram da pesquisa já apresentam paridade de preços entre os combustíveis de até 73%, o que faz com que seja viável economicamente que o consumidor opte pelos renováveis. A previsão é de que o biocombustível ganhe mais competitividade frente ao fóssil em abril, quando se dá o início da safra de canavieira na região Centro-Sul.

Em fevereiro, a venda de gasolina C registrou uma queda brusca de 11,7% em relação ao mesmo mês de 2017, atingindo a marca de 3,13 bilhões de litros. Já o consumo de combustíveis leves foi de 4 bilhões de litros de gasolina equivalente, que é a soma de etanol hidratado e gasolina C, levando em consideração o diferencial de rendimento do biocombustível, baixa de 3,7% na comparação com fevereiro do ano anterior.

O Brasil é um dos maiores produtores de combustível renovável do mundo. O investimento e a tecnologia direcionados à produção de etanol no Brasil tendem a criar um cenário ainda melhor, já que o governo sancionou a lei para criação do RenovaBio, um marco regulatório para biocombustíveis e que tem como objetivo auxiliar no cumprimento das metas determinadas pelo Acordo de Paris, o que ajuda a minimizar os impactos da indústria no meio ambiente.

Para que os benefícios dos biocombustíveis cheguem ao bolso do consumidor, governo, indústria e universidades direcionam a atenção para estudos e desenvolvimento de veículos de passeio flex e elétricos. Montadoras já estão testando carros com tecnologia híbrida e o governo avalia projeto que reduz o IPI desses veículos para 7%.

Fonte: Canal Rural

→ Os temas publicados neste blog são de curadoria de Bernardo Gradin, Sócio-fundador da GranBio.