Fale conosco

Nome *

Telefone

Empresa

E-mail *

Área *

Mensagem *

Repita o código de segurança ao lado *

captcha

Search
1
33.5
18.75
Atlanta, EUA

Sede (Corporativo):

GranAPI LLC
255 Lenox Rd, NE#750,
Atlanta, GA 30326, USA

 

Biorefinarias:

Unidade Thomaston
300 McIntosh Parkway
Thomaston, GA 30286, USA

Unidade Alpena
412 Ford Avenue
Alpena, MI 19707, USA

1
74.75
30.75
São Paulo, Brasil

Sede

GranBio Investimentos S.A.
Av. Brig. Faria Lima, 2277, 15º andar, Conjunto 1503, Jd. Paulistano,
São Paulo, SP, CEP 01452-000, São Paulo, SP
+55 11 2739-0500

1
65.75
32.375
Alagoas, Brasil

Planta Industrial

BioFlex Agroindustrial.
Faz. São João, s/n – Zona Rural
57.249-899 – São Miguel dos Campos – AL – Caixa postal 14

Estação Experimental

Biovertis Produção Agrícola Ltda.
Fazenda Andorinha, Rod. AL 220 s/n, KM 6,5,
São Miguel dos Campos, Zona Rural, AL, CEP 57180-000

Telefones

Sede

+55 11 2739.0500

 

18 de Abril de 2018

Brasil quer diversificar produção de energia com biomassa exótica

Por GranBio

País pretende reduzir sua dependência das fontes hídricas

País pretende reduzir dependência das fontes hídricas buscando utilizar biomassa não convencional em geração de energia sustentável.

 

Os países se movimentam cada vez mais em busca pela diversificação das fontes de geração de energia, especialmente priorizando as fontes de energia renováveis. Com isso, voltam os seus olhos na direção das possibilidades que tenham biomassa como protagonista da busca por recursos naturais e fontes de energia. Biomassa é como se chama toda matéria orgânica, de origem vegetal ou animal, utilizada na produção de energia. No caso do Brasil, por exemplo, existe uma preparação para o uso de diferentes formas e reaproveitamentos de biomassa, como bagaço de cana, cavacos de madeira, frutas com caroço, entre outros.

A estratégia brasileira tem como motivação reduzir a dependência do país de fontes hídricas por dois motivos principais: primeiro pelas constantes alterações no clima e segundo pelo compromisso com a redução das emissões de gases nocivos ao meio ambiente, que acabam alterando também a matriz energética. Daí a importância dos recursos naturais e fontes de energia renovável no Brasil. Atualmente, a eletricidade gerada por meio usinas hidrelétricas no Brasil já corresponde a mais de 85%.

Por conta desse cenário é que o aumento da participação da biomassa tem sido tão importante dentro das soluções ambientais com maior eficiência energética. Afinal, assim é possível permitir que energia seja gerada por fontes limpas e que, atualmente, são consideradas resíduos agroindustriais e florestais -- e não como acontece no caso nacional, por exemplo, onde o foco está nas usinas hidrelétricas. Felizmente, de acordo com o consultor técnico da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Luciano Basto, o futuro do Brasil é promissor "perante o mundo, o Brasil já é diferenciado, com geração limpa, mas podemos nos tornar superlimpos".

Algumas biomassas acabam não sendo utilizadas como recursos energéticos renováveis por serem consideradas muito exóticas, como frutas com caroço. Mas, já existem alguns projetos de sucesso nesse sentido. Em Curitiba (PR), por exemplo, uma usina consegue unir "tratamento de esgoto com a fração orgânica do lixo humano para produzir biogás para geração elétrica", conta Basto.

E a variedade de fontes de energia renovável é ampla por variar de acordo com a questão econômica e aspecto comercial. Segundo informações do diretor de Estudos Energéticos e Socioambientais do Instituto Acende Brasil, Alexandre Uhlig, no Sul, por exemplo, é possível aproveitar melhor a casca de arroz ou os cavacos de madeira. No Sudeste, o bagaço de cana-de-açúcar é o grande destaque e no Norte do país, por conta da quantidade de plantações, o caroço do açaí aparece como uma oportunidade.

Fonte: Correio Braziliense

 

→ Os temas publicados neste blog são de curadoria do presidente e CEO da GranBio, Bernardo Gradin.