Fale conosco

Nome *

Telefone

Empresa

E-mail *

Área *

Mensagem *

Repita o código de segurança ao lado *

captcha

Search
1
33.5
18.75
Atlanta, EUA

Sede (Corporativo):

GranAPI LLC
255 Lenox Rd, NE#750,
Atlanta, GA 30326, USA

 

Biorefinarias:

Unidade Thomaston
300 McIntosh Parkway
Thomaston, GA 30286, USA

Unidade Alpena
412 Ford Avenue
Alpena, MI 19707, USA

1
74.75
30.75
São Paulo, Brasil

Sede

GranBio Investimentos S.A.
Av. Brig. Faria Lima, 2277, 15º andar, Conjunto 1503, Jd. Paulistano,
São Paulo, SP, CEP 01452-000, São Paulo, SP
+55 11 2739-0500

1
65.75
32.375
Alagoas, Brasil

Planta Industrial

BioFlex Agroindustrial.
Faz. São João, s/n – Zona Rural
57.249-899 – São Miguel dos Campos – AL – Caixa postal 14

Estação Experimental

Biovertis Produção Agrícola Ltda.
Fazenda Andorinha, Rod. AL 220 s/n, KM 6,5,
São Miguel dos Campos, Zona Rural, AL, CEP 57180-000

Telefones

Sede

+55 11 2739.0500

 

15 de Março de 2018

Coleta seletiva de lixo se transforma em moeda de troca por frutas e verduras

Por GranBio

Programa incentiva coleta seletiva de resíduos e ainda ajuda a alimentar a população de Curitiba

Programa incentiva coleta seletiva de resíduos e ainda ajuda a alimentar a população de Curitiba

Talvez você não conheça, mas o programa Câmbio Verde tem estimulado duas ótimas iniciativas para o povo curitibano: a coleta seletiva de lixo e uma alimentação mais saudável. Não entendeu a ligação entre essas duas coisas? Calma que ela é bem simples. Ao fazer coleta seletiva, a população recebe em troca frutas e verduras.

A iniciativa funciona de terça a sexta-feira, quando caminhões percorrem 101 pontos de apoio efetuando as trocas conforme o prometido. Cada 4kg de material reciclável recolhido equivale a 1kg de alimento entregue. A mesma regra serve para variados tipos de óleo. Entregou 2 litros também recebe 1kg de alimentos.

Quando essa ideia da coleta seletiva de lixo reciclável surgiu, no final da década de 80 e início da década de 90, era chamada de Compra Lixo e tinha como missão trocar lixo orgânico por vales-transporte. Na época, a estratégia de coletar esse tipo de material reciclável em troca de algo ligado com a mobilidade urbana era uma forma de estimular cuidados com a limpeza urbana. É possível dizer que esse projeto foi, praticamente, uma espécie de matéria-prima para o que viria dois anos a seguir com o Câmbio Verde.

O projeto tem o objetivo de atender a população considerada de baixa renda, além de contribuir com o meio ambiente e com a saúde das pessoas por meio de alimentos nutritivos. Outro ponto importante de ressaltar é que os pequenos produtores de hortifrúti da região também têm visto essa movimentação com bons olhos, afinal a prefeitura compra parte dos produtos comercializados por eles para manter esse programa funcionando conforme as regras criadas.

De acordo com informações do site Hypeness, todo o lixo orgânico captado é direcionado à Usina de Valorização de Rejeitos. Lá tudo é separado devidamente por tipo e comercializado para indústrias que obtém a matéria-prima através dos resíduos, além de novos produtos.

Fonte: Hypeness

 

 

* Os temas publicados neste blog são de curadoria do presidente e CEO da GranBio, Bernardo Gradin.