Fale conosco

Nome *

Telefone

Empresa

E-mail *

Área *

Mensagem *

Search
1
33.5
18.75
Atlanta, EUA

Biorefinarias:

Unidade Thomaston
300 McIntosh Parkway
Thomaston, GA 30286, USA

Unidade Alpena
Alpena, MI

Sede (Corporativo):

GranAPI LLC
Atlanta, GA

1
74.75
30.75
São Paulo, Brasil

Sede

GranBio Investimentos S.A.
Av. Brig. Faria Lima, 2277
Conjunto 1503, 15º andar.
Jd. Paulistano. CEP 01452-000
São Paulo, SP
+55 11 2739-0500

1
65.75
32.375
Alagoas, Brasil

Planta Industrial

BioFlex Agroindustrial.
Fazenda São João, Zona Rural
São Miguel dos Campos, AL

Estação Experimental

Biovertis Produção Agrícola Ltda.
Fazenda Andorinha, Zona Rural
São Miguel dos Campos, AL

Telefones

Sede

+55 11 2739.0500

 

29 de julho de 2019

Combustível de plástico reciclado é saída para despoluir oceanos

Por

Que tal se o lixo plástico, em vez de entupir os oceanos, pudesse ser transformado em energia para a locomoção de veículos? Pois é essa a possibilidade descoberta por pesquisadores da Universidade de Purdue, de Indiana, EUA. Eles criaram um combustível de plástico reciclado.

tecnologia desenvolvida por esses estudiosos permite converter cerca de 90% dos resíduos de polipropileno, tipo de plástico usado em embalagens e brinquedos, em gasolina e diesel de alta qualidade. A transformação leva apenas algumas horas.

Produção de petróleo copiada

Isso porque o processo é realizado por liquefação hidrotérmica, o qual, a temperaturas altíssimas e com muita pressão, imita as condições geológicas da Terra ao produzir petróleo.

Dessa forma, a conversão do plástico resulta em nafta, óleo inflamável que é matéria-prima para a indústria petroquímica.


Linda Wang, professora de engenharia química na Universidade de Purdue e líder da pesquisa que desenvolveu o combustível de plástico reciclado.
Crédito: Reprodução/Purdue Research Foundation/Vincent Walter

O combustível de plástico reciclado, segundo os pesquisadores, poderia atender 4% da demanda por gasolina ou diesel no mundo. Afinal, segundo a ONU, 8 milhões de toneladas de lixo plástico são despejadas anualmente nos oceanos.

Os pesquisadores da Universidade de Purdue buscam agora investidores e parceiros para produzir o combustível de plástico reciclado em escala comercial.