Fale conosco

Nome *

Telefone

Empresa

E-mail *

Área *

Mensagem *

Repita o código de segurança ao lado *

captcha

Search
1
33.5
18.75
Atlanta, EUA

Sede (Corporativo):

GranAPI LLC
255 Lenox Rd, NE#750,
Atlanta, GA 30326, USA

 

Biorefinarias:

Unidade Thomaston
300 McIntosh Parkway
Thomaston, GA 30286, USA

Unidade Alpena
412 Ford Avenue
Alpena, MI 19707, USA

1
74.75
30.75
São Paulo, Brasil

Sede

GranBio Investimentos S.A.
Av. Brig. Faria Lima, 2277, 15º andar, Conjunto 1503, Jd. Paulistano,
São Paulo, SP, CEP 01452-000, São Paulo, SP
+55 11 2739-0500

1
65.75
32.375
Alagoas, Brasil

Planta Industrial

BioFlex Agroindustrial.
Faz. São João, s/n – Zona Rural
57.249-899 – São Miguel dos Campos – AL – Caixa postal 14

Estação Experimental

Biovertis Produção Agrícola Ltda.
Fazenda Andorinha, Rod. AL 220 s/n, KM 6,5,
São Miguel dos Campos, Zona Rural, AL, CEP 57180-000

Telefones

Sede

+55 11 2739.0500

 

20 de Março de 2018

Economia brasileira e inovação tecnológica são temas de debate sobre o Brasil

Por GranBio

Especialistas debatem sobre cenários da economia brasileira e inovação tecnológica

Em evento, especialistas debatem sobre cenários da economia brasileira e de inovação tecnológica em ano de movimentação na política brasileira

 

A política brasileira está em polvorosa neste ano. Em outubro, os eleitores terão que escolher novos presidentes, governadores, senadores, deputados federais e estaduais. Pensando nisso, nomes relacionados ao setor de inovação tecnológica esperam que esse, juntamente com a economia brasileira, seja um tema central dos debates que acontecerão daqui para frente. Os especialistas acreditam ainda que os candidatos precisam apresentar planos estratégicos de desenvolvimento e ideias inovadoras, envolvendo também a iniciativa privada, para que a economia brasileira volte a apresentar resultados positivos e que a inovação tecnológica retome seu lugar de evidência.

Esses foram alguns dos debates que nortearam o Fórum Estadão Brasil Competitivo, realizado no início de março. Os especialistas participantes falaram sobre os principais assuntos que serão discutidos nos próximos meses: energia renovável, iniciativa privada, desenvolvimento tecnológico e o crescimento econômico do Brasil. Entre eles, era unânime a inclusão do empreendedorismo tecnológico e de projetos inovadores na estratégia de desenvolvimento do ecossistema de inovação. O investidor anjo também pode ser um grande aliado nas questões que envolvem a tecnologia brasileira. A relação entre essa análise da ciência política nacional e a discussão sobre assuntos essenciais que deveriam ser debatidos nas próximas eleições se torna extremamente relevante quando a vantagem competitiva do Brasil está em jogo.

Entretanto, essas mudanças tecnológicas não são tão simples de serem colocadas em prática. Gargalos como barreiras comerciais e a falta de investimento em educação prejudicam o ecossistema de inovação e o desenvolvimento tecnológico. Qualificação de pessoas e infraestrutura são imprescindíveis para que a inovação tecnológica de fato aconteça. Outro ponto destacado durante o evento, e que foi apresentado em estudo realizado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) encomendado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), defendia que as políticas industriais devem apoiar a inovação, flexibilizando exigências de conteúdo local e fazendo com que a integração da economia brasileira à global seja ampliada, além de defender a aproximação de universidades públicas e empresas.

Bernardo Gradin, fundador e presidente da empresa de biotecnologia GranBio, foi um dos especialistas que participaram do Fórum e a importância de discussões como essa acontecerem. "Um evento como esse promove o debate mais público, que talvez viabilize outras conversas, outras percepções, sobretudo uma opinião sobre inovação melhor qualificada. Precisamos criar uma cultura de inovação no Brasil e iniciativas da mídia vão ser sempre bem-vindas."

Fontes: Estadão Link 01 e 02

 

Os temas publicados neste blog são de curadoria do presidente e CEO da GranBio, Bernardo Gradin.