Fale conosco

Nome *

Telefone

Empresa

E-mail *

Área *

Mensagem *

Repita o código de segurança ao lado *

captcha

Search
1
33.5
18.75
Atlanta, EUA

Sede (Corporativo):

GranAPI LLC
255 Lenox Rd, NE#750,
Atlanta, GA 30326, USA

 

Biorefinarias:

Unidade Thomaston
300 McIntosh Parkway
Thomaston, GA 30286, USA

Unidade Alpena
412 Ford Avenue
Alpena, MI 19707, USA

1
74.75
30.75
São Paulo, Brasil

Sede

GranBio Investimentos S.A.
Av. Brig. Faria Lima, 2277, 15º andar, Conjunto 1503, Jd. Paulistano,
São Paulo, SP, CEP 01452-000, São Paulo, SP
+55 11 2739-0500

1
65.75
32.375
Alagoas, Brasil

Planta Industrial

BioFlex Agroindustrial.
Faz. São João, s/n – Zona Rural
57.249-899 – São Miguel dos Campos – AL – Caixa postal 14

Estação Experimental

Biovertis Produção Agrícola Ltda.
Fazenda Andorinha, Rod. AL 220 s/n, KM 6,5,
São Miguel dos Campos, Zona Rural, AL, CEP 57180-000

Telefones

Sede

+55 11 2739.0500

 

7 de junho de 2019

O que faz a Biotecnologia e quais os seus impactos em nossa rotina?

Por GranBio

biotecnologia laboratórios campo cidade

A Biotecnologia é o estudo e desenvolvimento de organismos geneticamente modificados e sua utilização para fins produtivos. Ela surgiu com o intuito de melhorar nossas vidas e seus estudos criam aplicações para importantes áreas como medicina, agricultura, indústria alimentícia, além do meio ambiente.

Quando foram descobertas formas de manipular a molécula de DNA, a Biotecnologia ganhou relevância e diversas áreas científicas também evoluíram significativamente, como a microbiologia, a bioquímica e a genética.

O termo Biotecnologia é bastante atual, mas as suas aplicações práticas começaram há muito tempo, com uso de microrganismos  para fermentação na produção de pães e vinho, há mais de 4.000 anos. A grande diferença é que não se sabia ao certo de que forma as transformações ocorriam, eram processos que aconteciam às cegas.

O cientista francês Louis Pasteur (1822-1895) foi um dos primeiros a conseguir compreender em seus experimentos como se dá, de fato, a fermentação. Ele desmentiu a crença na geração espontânea e incentivou o estudo dos microrganismos. Começou ali também o interesse pela teoria celular.

Em 1953, os cientistas James Watson e Francis Crick surpreenderam o mundo ao anunciar a estrutura da molécula de DNA. Eles foram contemplados com o Prêmio Nobel de Física, visto que contribuíram para o avanço científico.

Mas foi somente em 1978 que os cientistas conseguiram isolar as enzimas de restrição. Esse foi o fundamento para a técnica do DNA recombinante. Posteriormente vieram Biologia Molecular, a Engenharia de Processos e a Nanotecnologia.

A expectativa de vida humana aumentou significativamente com os avanços da Biotecnologia impactando diretamente na medicina, como por exemplo na produção da insulina, vacinas e medicamentos diversos.

Um dos maiores saltos tecnológicos, no uso da Biotecnologia, é a chamada Terapia Gênica ou Geneterapia. Ela consiste na colocação de determinados genes em células e tecidos visando tratar doenças hereditárias. Pode ser eficaz igualmente no tratamento de câncer, doenças neurológicas e cardiovasculares. Vale também destacar a pesquisa com células-tronco com finalidades terapêuticas.

A Biotecnologia é igualmente usada na produção de insumos, ou seja, defensivos agrícolas, fertilizantes e sementes. Mas há também a melhoria genética de plantas, além da criação dos alimentos transgênicos.

Diante do aumento populacional nas últimas décadas, fez-se necessário melhorar a produção de vários itens. Destaque para os alimentos, diversificando espécies vegetais mais resistentes a pragas, além de animais com mais carne.

Através da Biotecnologia se conseguiu, igualmente, tratar com mais eficácia doenças incuráveis como câncer e Aids. A vida das pessoas melhorou com a evolução médica em hormônios, anticorpos e insulina. Mas nem tudo são flores na utilização da Biotecnologia, já que há o impacto ambiental e consequências ainda desconhecidas.

Fonte: Portal R7
→ Os temas publicados neste blog são de curadoria do presidente e CEO da GranBio, Bernardo Gradin.