Fale conosco

Nome *

Telefone

Empresa

E-mail *

Área *

Mensagem *

Repita o código de segurança ao lado *

captcha

Search
1
33.5
18.75
Atlanta, EUA

Sede (Corporativo):

GranAPI LLC
255 Lenox Rd, NE#750,
Atlanta, GA 30326, USA

 

Biorefinarias:

Unidade Thomaston
300 McIntosh Parkway
Thomaston, GA 30286, USA

Unidade Alpena
412 Ford Avenue
Alpena, MI 19707, USA

1
74.75
30.75
São Paulo, Brasil

Sede

GranBio Investimentos S.A.
Av. Brig. Faria Lima, 2277, 15º andar, Conjunto 1503, Jd. Paulistano,
São Paulo, SP, CEP 01452-000, São Paulo, SP
+55 11 2739-0500

1
65.75
32.375
Alagoas, Brasil

Planta Industrial

BioFlex Agroindustrial.
Faz. São João, s/n – Zona Rural
57.249-899 – São Miguel dos Campos – AL – Caixa postal 14

Estação Experimental

Biovertis Produção Agrícola Ltda.
Fazenda Andorinha, Rod. AL 220 s/n, KM 6,5,
São Miguel dos Campos, Zona Rural, AL, CEP 57180-000

Telefones

Sede

+55 11 2739.0500

 

27 de agosto de 2019

Rede de cafeterias terá cadeiras feitas de tampas e copos usados

Por GranBio

Para reduzir sua pegada ambiental, a rede Starbucks estuda transformar copos e tampas usados em móveis. O objetivo é usar seu lixo para produzir cadeiras e tecidos de decoração para as lojas.

O projeto é desenvolvido pela Pentatonic, uma marca europeia que cria objetos sustentáveis e estilosos a partir de descartes. A matéria-prima utilizada pela empresa vai desde DVDs velhos a telas de smartphones.

          A Starbucks vai investir na produção de cadeiras a partir de tampas e copos usados. Crédito: Reprodução/Pentatonic

O primeiro item de decoração em produção para a rede de cafeterias é a icônica cadeira Bean, que será feita a partir de PET de garrafas plásticas de água e copos de frappuccino.

Segundo a empresa de design, o estofamento será confeccionado com a mesma matéria-prima. Mas a ideia é que se transforme em um tecido macio, durável e resistente.


Cadeira será revestida com material feito de PET.
Crédito: Divulgação/Pentatonic

Cadeiras projetadas ergonomicamente são apenas um dos modelos produzidos pela Pentatonic a partir do PET. Com o mesmo material, a empresa faz almofadas e assentos. E até carteiras – as de carregar dinheiro e documentos mesmo – bastante estilosas.

As garrafas PET estão entre as principais matérias-primas dos móveis sustentáveis da Pentatonic. Crédito: Reprodução/pentatonic.com

Está com sede? Pegue um copo da marca europeia e sirva-se de água. Mas, antes, preste muita atenção no vidro que o constitui. Não notou algo diferente? Pois saiba que sua matéria-prima são telas de celular recicladas.

Latinhas de refrigerante e velhos DVDs também estão entre os itens reciclados pela empresa para compor seus móveis sustentáveis.

Sinal de que, com uma boa pegada de criatividade, bom gosto e consciência ambiental podem, e devem, andar juntos.

Copos fabricados com telas de smartphones recicladas.  Crédito:Reprodução/pentatonic.com

 

 

→ Os temas publicados neste blog são de curadoria do presidente e CEO da GranBio, Bernardo Gradin.