Fale conosco

Nome *

Telefone

Empresa

E-mail *

Área *

Mensagem *

Repita o código de segurança ao lado *

captcha

Search
1
33.5
18.75
Atlanta, EUA

Sede (Corporativo):

GranAPI LLC
255 Lenox Rd, NE#750,
Atlanta, GA 30326, USA

 

Biorefinarias:

Unidade Thomaston
300 McIntosh Parkway
Thomaston, GA 30286, USA

Unidade Alpena
412 Ford Avenue
Alpena, MI 19707, USA

1
74.75
30.75
São Paulo, Brasil

Sede

GranBio Investimentos S.A.
Av. Brig. Faria Lima, 2277, 15º andar, Conjunto 1503, Jd. Paulistano,
São Paulo, SP, CEP 01452-000, São Paulo, SP
+55 11 2739-0500

1
65.75
32.375
Alagoas, Brasil

Planta Industrial

BioFlex Agroindustrial.
Faz. São João, s/n – Zona Rural
57.249-899 – São Miguel dos Campos – AL – Caixa postal 14

Estação Experimental

Biovertis Produção Agrícola Ltda.
Fazenda Andorinha, Rod. AL 220 s/n, KM 6,5,
São Miguel dos Campos, Zona Rural, AL, CEP 57180-000

Telefones

Sede

+55 11 2739.0500

 

25 de Abril de 2018

Volume importado de etanol é recorde histórico, mesmo com receita menor, diz MDIC

Por GranBio

Exportação do biocombustível etanol bate recorde nacional

Crescimento é ligado à entressafra de cana-de-açúcar nacional, que reduz a produção de etanol no Brasil.

 

O volume de etanol, biocombustível que é importado pelo Brasil, cresceu 8,75% em dados comparativos entre março de 2017 e o mesmo mês de 2018. O total de litros de etanol importados pulou de 295,8 milhões para 321,7 milhões neste ano, um aumento significativo e recorde para o biocombustível, de acordo com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O etanol, que pode ser utilizado na fabricação de bebidas alcóolicas (cerveja, aguardente, vinho, entre outros), produtos de limpeza e combustíveis para máquinas - inclusive automóveis, tratores, caminhões e afins -, na indústria farmacêutica e como solvente químico, tem grande aproveitamento energético: chega a 7 partes para 1. Isso significa que para cada litro de álcool comum, sete litros de etanol podem ser produzidos.

Com menor preço, as importações brasileiras do biocombustível movimentaram US$135,19 milhões no terceiro mês, contra os US$148,79 obtidos no mesmo período do ano passado. Estes volumes correspondem a quase cinco vezes mais do que o etanol que foi exportado.

Este período do ano, marcado pela entressafra nas regiões central e sul do país, acaba acarretando uma diferença grande entre a exportação e importação no Brasil. Isso se deve ao fato de que a produção de etanol no Brasil é menor nesta época, e portanto, a exportação do Brasil cai.

O Brasil é o maior produtor de etanol de cana de açúcar do mundo atualmente, e o segundo maior produtor mundial como um todo. Perdemos apenas para os Estados Unidos, que produzem o combustível a partir do milho.

Toda a gasolina produzida no país tem 25% de etanol em sua formulação, e isso é considerado um grande ganho ambiental: afinal, pode diminuir os gases do efeito estufa. Os chamados veículos Flex, que funcionam a álcool e também a gasolina, são outros impulsionadores do mercado interno do biocombustível.

 

Fonte: Globo Rural 

 

→ Os temas publicados neste blog são de curadoria do presidente e CEO da GranBio, Bernardo Gradin.